Futebol 2018.

Seção para serem debatidos assuntos relacionados a qualquer tema de interesse geral, como Esportes, Música, TV, Filmes, Séries e Literatura. Fique por dentro da atualidade!

Moderador: Fivered

Avatar do usuário
Gatack
Administrador
Administrador
Mensagens: 943
Registrado em: 07 Set 2016, 21:41
Localização: Barueri - SP
Contato:

Re: Futebol 2017

Mensagempor Gatack » 02 Jul 2018, 21:55

Do Messi falei da liderança dele no jogo contra a Nigéria, não preciso mandar o tape do jogo para ngm né? Todo mundo viu a atitude dele no intervalo com os companheiros, depois mandando o Aguero entrar no jogo, etc.

Sobre Messi não ir bem em Copas, acho que ta mais do que provado que ngm joga sozinho, o Brasil está ai para provar mais do que tudo, a seleção não é o Neymar carregando o time nas costas, é preciso um time equilibrado e coeso, a única vez que ele teve minimamente um time arrumado foi em 2014, fato, não é achismo. Ele poderia ir melhor, poderia, tinha capacidade para isso, é algo que se espera de quem é um verdadeiro ET em seu clube, ele foi mais um da Argentina que não conseguiu, já se passaram Riquelme, Verón, Cambiasso, Crespo, Saviola, Aimar, Zanet e Tevez que tmb não conseguiram.
Johann Cruyff, Puskas, Platini, Zico, Sócrates tmb não conquistaram uma Copa, não deixaram de ser craques por conta disso, apenas não aconteceu.


Bom sobre o jogo do Brasil hoje, como havia falado ontem era a partida para ter o algo a mais que ainda não havia tido na Copa até então, como foi no caso da França na 1.ª fase que tmb não jogou grandes coisas.

O México começou pressionando e marcando bem o Coutinho para ele não municiar ngm e deixou os pontas (Vela, Losano) bem avançados que deram trabalhos aos dois laterais, os primeiros 25 minutos foram dessa forma, mas no banco da seleção brasileira teve o seu melhor jogador, mais até do que William e Neymar no jogo, por isso que falei que técnico faz diferença exemplificando o caso da Espanha, de um time que entendia bem o Lopetegui para o Hierro que não tinha capacidade para fazer o mesmo.

Tite recuou Paulinho para ficar mais perto do Casemiro, as linhas defensivas ficaram mais próximas, Neymar que já não marca muita coisa, foi liberado para ir mais para frente e a seleção dominou do meio para o final. Acho que o México deveria jogar da maneira que foi contra o Alemanha, bem postada atrás, não deixando espaço para ngm, encaixotando todo mundo que uma hora de nervosismo da seleção brasileira poderia sair os contra-ataques, mas não foi o caso. No 2º tempo, o Brasil voltou da mesma forma, William passou a fazer flutuação e não ficar apenas na ponta e o Osório abriu mais o time tirando o Rafa Marques, foi a deixa para o gol.

Outra coisa a se destacar é o forte sistema defensivo da seleção, muito sólido, isso da muita segurança como um todo para o time, Miranda, Thiago Silva e Casemiro estão jogando muito, Fagner e Felipe Luís tmb defendem bem. Paulinho e William vinham fazendo trabalhos mais invisíveis, mais táticos. Hoje no final o Gabriel Jesus foi para o lado esquerdo após saída do Coutinho que não brilhou tanto. E por fim o Neymar, escrevi no 1º jogo, que não ia criticar o seu futebol até as oitavas que achava que era o tempo necessário para ele estar em um bom ritmo e ele fez um bom jogo, a partida contra a Costa Rica havia sido abaixo da média, ele foi muito mal, o que ajudou aos poucos ele junto com a seleção ir evoluindo a cada jogo, as criticas não favoráveis a ele e a seleção auxiliaram nisso, tirando aquela soberba inicial que ia ganhar a Copa fácil (até o 1º jogo acontecer) que está auxiliando a chegar a esse nível que a seleção se encontra hoje.

Com relação a Bélgica, não da para confiar muito em um time que leva 2 gols do Japão, falei algo parecido da França sobre ela levar 3 da Argentina, o seu estilo de jogo é bem como o futebol da premier league, é mais vertical e atacando muito, mas que deixa um mega espaço na defesa, já que Hazard, Mertens e Lukaku não marcam, ao contrário dos jogadores de frente do Brasil. Mas tem que se admitir, depois de levar 2 gols na etapa final o técnico espanhol Roberto Martínez com muito conhecimento do seu elenco foi bem nas alterações, colocando os caras grandes em campo que foram muito bem no alto, qdo as coisas não davam certo como não estavam indo, mudou o jogo muito bem.Pode ser o jogo para tirar a Bélgica da zona de conforto que ela vai ter que melhorar bem a marcação se quiser avançar.
Gatack
Administrador - TokuBrasil

Veja nosso Facebook, Twitter e You Tube

Imagem

Avatar do usuário
United
Administrador
Administrador
Mensagens: 477
Registrado em: 09 Set 2016, 18:47
Localização: Itararé-SP
Contato:

Re: Futebol 2017

Mensagempor United » 03 Jul 2018, 00:26

Mas Johann Cruyff, Puskas, Platini, Zico, Sócrates nunca estiveram em suas épocas no patamar do Messi de hoje, ou seja, quando não é o melhor é o segundo melhor jogador do mundo. Nunca foi dito por mim que os citados acima não são craques. Mas também não estão no patamar de lendas. Que mania de distorcer informações...

Estamos falando de um jogador (Messi) que foi colocado acima de Pelé e Garrincha, que ganharam Copas carregando suas seleções nas costas, não jogaram sozinhos, mas foram protagonistas, transformaram a mentalidade da seleção em vencedora, sabe por que? Porque simplesmente eles não desmoronaram nas adversidades, não colocaram a mão no joelho e olharam para baixo, não se omitiram... Liderança e aplicação de habilidades sob pressão é para poucos, toda Copa vemos quem realmente tem equilibrio para ser gigante. Habilidade sem persistência pode nos tornar grandes, mas não gigantes. Tão difícil de entender?

Sobre o jogo do Brasil, esse Osorio consegue construir algo bom no primeiro tempo pra destruir no segundo. Técnico não pode variar quando dá certo, não havia o menor sentido mexer no segundo tempo. No começo ele puxou o Lozano para o lado do Filipe Luis e o Vela no do Fagner, depois inverteu ainda no primeiro tempo, estava contendo as jogadas de linha de fundo do Brasil e ao mesmo tempo levando perigo nas estocadas no ataque. Mas o Brasil aceitou um pouco a pressão inicial do México na saída de bola, com o desgaste natural e a quebra da velocidade mexicana foi possível controlar melhor o jogo e as chances foram surgindo, William participando de quase todas as ações, Neymar também efetivo, mas pecava nas finalizações devido ao bloqueio que o Mexico fez na sua área. Veio o segundo tempo e o Brasil mesmo sem alterações permitiu fluir melhor o jogo principalmente devido as invencionices do Osorio. Interessante a movimentação do Neymar, saiu da esquerda, caiu no meio, em alguns momentos até para a direita foi e fez o gol típico de centroavante, sem o ser. Firmino fez um gol em que a construção foi gêmea em comparação ao primeiro gol.

Avatar do usuário
Superd7br
Membro
Membro
Mensagens: 316
Registrado em: 13 Set 2016, 09:42
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

Re: Futebol 2017

Mensagempor Superd7br » 03 Jul 2018, 10:55

Por um instante achei que finalmente o episódio final de Supercampeões ia virar realidade, mas a bola pune, principalmente seleções que abusam do pragmatismo como o Japão fez na primeira fase.
Agora o Brasil tem tudo pra brilhar de vez nesse mundial. Basta superar o ataque belga. Com sorte teremos um Brasil x Inglaterra na final!

Avatar do usuário
Shinobi Jiraiya
Moderador
Moderador
Mensagens: 913
Registrado em: 07 Set 2016, 19:44
Localização: Dourados - MS
Contato:

Re: Futebol 2017

Mensagempor Shinobi Jiraiya » 03 Jul 2018, 18:10

Superd7br escreveu:Por um instante achei que finalmente o episódio final de Supercampeões ia virar realidade, mas a bola pune, principalmente seleções que abusam do pragmatismo como o Japão fez na primeira fase.
Agora o Brasil tem tudo pra brilhar de vez nesse mundial. Basta superar o ataque belga. Com sorte teremos um Brasil x Inglaterra na final!


Na minha opinião, se o Roberto Martínez não colocar os grandalhões de cara, pode perder. Com eles, a defesa baixa brasileira vai se f****.

Copa do Mundo FIFA 2018 - Oitavas de Final:
Sverige 1 - 0 Helvetia
Colombia 1 - 1 England (3 - 4 nos pênaltis)

A Suécia teve uma tarde melhor hoje. Conseguiram um gol com Forsberg, o melhor em campo, e torna a ir às quartas, o que não ocorre há 24 anos. O desespero da Suíça foi crescendo à medida que o relógio avançava e a defesa viking rechaçava os ataques helvéticos.

Achei que a Inglaterra se classificaria nos 90 minutos. Tudo começou a se encaminhar para isso quando Harry Kane marcou, num pênalti flagrante de Carlos Sánchez na cara do juiz. O colombiano foi estúpido demais, se o homem do apito não visse, o árbitro de vídeo avisaria. O jogo se alternava entre os ataques, mais incisivos da Colômbia, que viu um jogador arriscar de longe nos acréscimos, e Jordan Pickford foi exigido, mandando a bola para escanteio. Na bola alçada à área inglesa, Yerry Mina marcou de cabeça. No tempo extra, os cafeteros continuaram atacando mais, e ia marcando o segundo num lateral dos ingleses, só que tudo foi anulado por ter tido duas bolas na hora do arremesso. No tempo extra, tudo continuou igual, e ia pros pênaltis, sempre malditos para a Inglaterra, que perdeu em três disputas. Na terceira cobrança inglesa, Ospina defendeu e tudo parecia se repetir. Uribe, entretanto, desperdiçaram a cobrança seguinte, e viram Pickford, que foi titular depois de Southgate tirar Joe Hart do time, defender o tiro cafetero de Bacca. Quando Dier guardou o seu, o English Team tirou um enorme peso das costas, e agora podem sorrir nas penalidades.

Quartas de final:
France - Uruguay
Rossiya - Hrvatska
Brasil - Belgien
Sverige - England
Shinobi Jiraiya
Moderador - TokuBrasil


Veja nosso Facebook, Twitter e You Tube

Avatar do usuário
United
Administrador
Administrador
Mensagens: 477
Registrado em: 09 Set 2016, 18:47
Localização: Itararé-SP
Contato:

Re: Futebol 2017

Mensagempor United » 03 Jul 2018, 18:25

Superd7br escreveu:Por um instante achei que finalmente o episódio final de Supercampeões ia virar realidade, mas a bola pune, principalmente seleções que abusam do pragmatismo como o Japão fez na primeira fase.
O que ficou perceptível no jogo belga é que a marcação não é feita pressão na saída de bola, tampouco existe qualquer tipo de variação quando o adversário domina a bola. O Inui jogou muito ontém e em vários momentos ele e o Kagawa conseguiam fazer a transição livres no meio e o primeiro se deslocava para a ponta direita, nas costas do Alderweireld. Justamente desse lado é que o Neymar e o Coutinho caem. Essa vulnerabilidade pode facilitar muito a criação de jogadas sem precisar do apoio do Filipe Luís.

Agora o Brasil tem tudo pra brilhar de vez nesse mundial. Basta superar o ataque belga. Com sorte teremos um Brasil x Inglaterra na final!
A Inglaterra com esse futebol dificilmente vai conseguir algo além das quartas, basta ver que a Colombia não criou nada praticamente o jogo inteiro e em 2 lances mágicos, o chute de fora da área do Uribe que na sequencia do escanteio o Mina conseguiu empatar e levar o jogo para a prorrogação. Em chances reais criadas, foi uma produção muito pobre desse plantel inglês. Aliás, o Mina chegou a 3 gols em 3 jogos na Copa, provando ser decisivo e ficando a frente da maioria de estrelas da Copa, como Messi, Salah, Aguero, Guerrero, Reus e Kross, por exemplo, que são jogadores com muito mais condições de se firmarem com gols e artilharia.

Aliás, o futebol inglês que é tão crítico com as simulações do Neymar, produziu o seu simulador, Henderson, agora vamos ver se tem auto-crítica ou é implicância por ele ser brasileiro, lembrando que o Robben já simulou no passado e não se viu esse estardalhaço todo.

Avatar do usuário
Warrior Raptor
Membro
Membro
Mensagens: 813
Registrado em: 13 Set 2016, 23:58
Localização: Itararé-SP
Contato:

Re: Futebol 2018

Mensagempor Warrior Raptor » 03 Jul 2018, 23:48

Definitivamente o Messi treme em mundiais. Até o estreante Kane fez 6 gols nesta Copa e já tem a mesma quantidade de gols que o Lionel em 4 Copas. Eu poupo o CR7 desta crítica pelo fato do astro português jogar numa seleção inferior à do Messi e a do Neymar.
Assistindo atualmente: Kamen Rider Zi-O 仮面ライダージオウ e Kaitou Sentai Lupinranger vs Keisatsu Sentai Patranger 快盗戦隊ルパンレンジャーVS警察戦隊パトレンジャー


Série vista anteriormente: Kamen Rider Build 仮面ライダービルド つづく

Avatar do usuário
Shinobi Jiraiya
Moderador
Moderador
Mensagens: 913
Registrado em: 07 Set 2016, 19:44
Localização: Dourados - MS
Contato:

Re: Futebol 2018

Mensagempor Shinobi Jiraiya » 06 Jul 2018, 17:16

Copa do Mundo FIFA 2018 - Quartas de Final:
Uruguay 0 - 2 France
Brazil 1 - 2 België

O Uruguai sentiu a ausência do Edson Cavani, e o mordedor Luiz Soares não viu a cor da bola. Em 2014, o então jogador do Liverpool foi punido pelo canibalismo com o Chiellini, e a Celeste foi eliminada pela Colômbia; em 2010, sem Soares suspenso pela mão em lance de gol de Gana no jogo anterior, os uruguaios até fizeram frente, mas perderam para a Holanda. E ainda teve um frangaço de Muslera, que aceitou um chute de fora da área do Griezmann.

Em Kazan, a Bélgica foi como eu falei: com os grandalhões, principalmente levando em conta a esquerda do Brasil. E pelo alto, Kompany, sozinho, até resvalou na bola, que bateu em Fernandinho e enganou Alisson. Aí, os diabos vermelhos resolveram aguardar nos contra-ataques, e em um deles, Hazard e De Bruyne tinham campo, deitaram e rolaram e o último fuzilou o goleiro brasileiro. A seleção tinha que reagir, mas desandou em desperdiçar passes. Entraram Firmino, Douglas Costa e Renato Augusto, e o último incendiou o time ao descontar o resultado adverso. Minutos depois, suprema hora da verdade, o mesmo Renato pipocou ao jogar fora uma chance incrível! E aí bateu o desespero, e o escrete belga mereceu muito passar para as semifinais, enquanto nosso time, hoje, não jogou bem, apesar de ter lutado bastante pelo empate.

Semifinal:
France - Belgique
Shinobi Jiraiya
Moderador - TokuBrasil


Veja nosso Facebook, Twitter e You Tube

Avatar do usuário
Superd7br
Membro
Membro
Mensagens: 316
Registrado em: 13 Set 2016, 09:42
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

Re: Futebol 2018

Mensagempor Superd7br » 06 Jul 2018, 17:50

Eu já tinha dito antes, essa seleção já foi melhor que a encomenda. Não é qualquer um que se recupera de uma goleada histórica numa copa e faz uma campanha digna 4 anos depois. Vexame mesmo foi o que a Argentina e, principalmente, a Alemanha fizeram nesse mundial.
Agora é bola pra frente e pensar na Copa América 2019 que será em casa...
Olhando pelo lado positivo, ficamos livres do desgaste de ver o Neymarra campeão mundial :lol:

Avatar do usuário
Shinobi Jiraiya
Moderador
Moderador
Mensagens: 913
Registrado em: 07 Set 2016, 19:44
Localização: Dourados - MS
Contato:

Re: Futebol 2018

Mensagempor Shinobi Jiraiya » 07 Jul 2018, 18:09

Copa do Mundo FIFA 2018 - Quartas de Final:
Sverige 0 - 2 England
Rossiya 2 - 2 Hrvatska (3 - 4 nos pênaltis)

A Inglaterra teve competência, soube se impor e fazer valer o favoritismo contra a Suécia, mesmo com Harry Kane sem marcar. Em Sochi, a Rússia abriu o placar e a Croácia logo empatou, com os balcânicos tentando o desempate. Ele só veio no tempo extra, quando o time estava perdendo as pernas, e sofreu novo empate. Nas penalidades, cada goleiro pegou uma, mas um dos russos chutou para fora. Agora meio que dá para saber quem irá para a final, pois os croatas não terão como aguentar o English Team.

Semifinais:
France - Belgien
Hrvatska - England
Shinobi Jiraiya
Moderador - TokuBrasil


Veja nosso Facebook, Twitter e You Tube

Avatar do usuário
United
Administrador
Administrador
Mensagens: 477
Registrado em: 09 Set 2016, 18:47
Localização: Itararé-SP
Contato:

Re: Futebol 2018

Mensagempor United » 08 Jul 2018, 11:02

O Brasil foi mal convocado e isso ficou perceptível com alguns jogadores com problemas físicos visíveis que foram mantidos para não quebrar o "espírito de grupo". O grande mal de ter um técnico que valoriza a psicologia em detrimento da estratégia real, que é a montagem da equipe de acordo com o adversário, propicia essas aberrações, como se sabia que o Danilo havia se contundido ainda na primeira fase, bastaria cortá-lo e trazer um lateral direito com características opostas as do Fagner, segundo critério que o próprio treinador implantou.

Mesma situação do Renato Augusto, jogador que seria essencialmente titular, mas que não teve a mínima condição de iniciar qualquer jogo se mantendo por 90 minutos, mas não foi pensado em desconvocá-lo e colocar algum jogador próximo do que ele entrega. Ele foi importante nas Eliminatórias, mas podia ter havido teste com outro jogador já prevendo suas limitações físicas, que existem há muito tempo, não é de hoje.

Mas não, o Tite e comissão trabalharam na contramão daquilo que seria ideal, parece ser um prazer manter jogadores sem condições ideais, para manter a panela. Perder harmonia do grupo parece ser o medo de um treinador para justificar tal decisão.

No caso do Douglas Costa, é uma exceção. Valeria a pena mantê-lo, visto que ele é um jogador diferenciado e mostrou isso quando esteve em campo, só acho que ele deveria ter começado contra a Bélgica para balancear a equipe com ataques pelo lado direito, pois ele, ao contrário do William, faz jogadas em profundidade, não se limitando a ir cortando pela diagonal. Você tendo uma via de escape e equilíbrio no ataque coibiria o avanço do Chadli, visto que ele dobrava a marcação com o Fellaini pois o William não trouxe consistência e agressividade para fugir da marcação.

O jogo em si era tragédia anunciada. Um técnico que escala equipe antecipadamente dá armas para o adversário, ainda mais que no Brasil é cultural querer repetir equipe, não é exclusividade do Tite e é algo que a imprensa adora. A falta de reação sobre variações do adversário ficou visível, pois, se esperava o Lukaku como centroavante de oficio, fazendo pivôs e esperando mais a bola chegar. Aí você olha e desde o início ele cai pra esquerda da defesa brasileira, onde o Marcelo está, totalmente vulnerável na marcação, e puxando a bola desde o meio de campo. Isso fez o Miranda antecipar o combate logo no meio, pois não havia ninguém pra um primeiro combate. Fernandinho e Paulinho saindo juntos, o primeiro sequer seria capaz de guardar posição, pois não tem características de combate e de ser um cão de guarda, como o Gilberto Silva foi em 2002, ocasião que o Felipão soltava o Kleberson e deu muito certo.

Foi um filme de terror assistir uma equipe exposta, com 2 volantes saindo para o ataque e um lado esquerdo frágil sendo explorado à exaustão. Não se usou o critério da manutenção do William na equipe quando se tratou do Marcelo. Filipe Luís fez bons jogos contra a Sérvia e México, mas ele foi sacado, pois a preocupação era só atacar e não percebemos nenhuma recomposição decente quando o Brasil perdia a bola na frente. No caso do Fernandinho, incorre no erro que citei acima, a falha na convocação. Não havia nenhum jogador de combate no banco, não foi pensado que o Casemiro teria chances de suspensão. Algo que normalmente um jogador das características dele ficaria de fora por esse motivo.

O lance de gol evidenciou que o Brasil falha em bola parada de forma amadora. Fernandinho vai pra bola de olhos fechados e sequer percebe o leve desvio do Kompany. Sem reação a isso, ele cabeceia como se a bola viesse reta. Atitude de jogador de várzea. Pior que ele perdia nas corridas para um jogador de mais de 90 quilos (Lukaku) naqueles contra-ataques. Se alcancasse, certamente perderia no jogo de corpo. Lamentável você não ver nesse elenco jogadores fortes para equilibrar com o Fellaini, Lukaku e outros que faziam prevalecer esse aspecto.

Foi fácil para o De Bruyne jogar solto, pois o Fellaini encaixotou o Neymar junto com o Chadli e o Alderweireld. O Brasil, de jogadas óbvias, seria facilmente marcado, pois praticamente toda jogada que o Coutinho tenta é o chute engatilhado. Ele já posiciona a perna de forma que prevemos que ele vai chutar, principalmente quando existe aquele corte prévio para o lado preferencial do chute. O Neymar sempre carrega a bola a mais e toma a decisão errada, pois leva para a área e para os zagueiros pesados que já preveem que ele vai cortar pro meio e usam o corpo para desarmá-lo. O único momento que ele tenta algo diferente é aquele chute no final de fora da área que o Courtois fez a defesa, onde ele abre mais por fora. Muito pouco repertório e alternância para uma equipe com jogadores desse nível.

É uma decepção ver que o Brasil perdeu por não saber reagir a diversidade tática da Bélgica. Por não ter um meio capaz de frear os contra-ataques rápidos belgas, tendo 2 volantes subindo de forma inconsequente. Por ter um lado esquerdo demasiado exposto. Enfim, por não vermos a prioridade defensiva que se esperava do Tite e sim uma equipe desequilibrada e previsível.


Voltar para “Livre”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Google [Bot] e 3 visitantes